Caso Lavínia

Eu sei que é Carnaval mas não podia deixar de desabafar sobre o caso da menina Lavínia, assassinada pela amante do pai em Duque de Caxias, por motivo fútil.
Em diversos programas de televisão sempre a mesma pergunta: Até onde pode ir a maldade de uma pessoa? Como responder a essa pergunta?
Existem pessoas que mentem compulsivamente. Elas mentem tanto que passam a acreditar nessas mentiras. Elas justificam os seus atos cruéis através dessas “mentiras verdades”.
Até onde elas podem chegar? Até onde essas pessoas consideram verdade para elas. Estamos na verdade falando de uma psicopatia, da qual não há comprovação científica de tratamento.
E o que a justiça encara como melhora dessas pessoas? 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: