Pesquisadores afirmam que 625 mil crianças com TDAH não são diagnosticadas no Brasil

Pesquisadores avaliaram 6,3 mil crianças de 5 a 12 anos, em 18 estados brasileiros. Essa avaliação foi realizada através de questionários, aplicados aos pais e professores.

Os resultados foram analisados por médicos da USP, UNICAMP, do Albert Einstein College of Medicine (EUA) e pelo Instituto de Neurociência de Ribeirão Preto. O resultado foi que 3,3% da população infantil nunca trataram o TDAH e outros 2,3% nem sabiam que tinham a doença. Ou seja, 625 mil crianças não são diagnosticadas no Brasil.

Esses índices são preocupantes. Diversas crianças podem ter as suas relações sociais e de estudo prejudicadas pela ausência de tratamento. É sabido que uma criança com TDAH tem sete vezes mais chances de sofrer um acidente doméstico, e nove vezes mais chances de ser hospitalizada por contusões e fraturas, do que crianças sem o distúrbio.

É também conhecido que esses pacientes tem maior chance de abandono escolar, de sexo precoce, gravidez indesejada, de uso de drogas e álcool.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: