Dia Mundial de Ação sobre Transtornos Alimentares

O Dia Mundial de Ação sobre Transtornos Alimentares é um movimento popular iniciado em 2015, desenvolvido para e por pessoas com transtorno alimentar, seus familiares e por profissionais de saúde. O objetivo é obter a conscientização sobre os transtornos alimentares como doenças que podem acometer qualquer pessoa.

Membros da comunidade de transtornos alimentares, profissionais de saúde , pesquisadores e formuladores de políticas, uniram-se para aumentar o acesso a informações precisas e defender recursos e mudança de políticas.

Estima-se que mais de 70 milhões de pessoas no mundo sejam afetadas por um transtorno alimentar. A intervenção precoce é a melhor ação que podemos tomar, por isso, coloca-se a relevância de campanhas de divulgação e educação a respeito de tais doenças.

Os transtornos alimentares são doenças mentais e físicas caracterizadas por relacionamentos não saudáveis com alimentos e distúrbios graves no comportamento alimentar.

Embora os transtornos alimentares possam afetar qualquer individuo , existem fatores de risco biológicos, fisiológicos e socioculturais, como insatisfação com a imagem corporal, estigma de peso, trauma pessoal e histórico familiar de doença mental.

Estudos americanos referem ter cerca de

30 milhões de pessoas nos EUA com pelo menos um distúrbio alimentar (20 milhões de mulheres e 10 milhões de homens).

É comum que pessoas com transtorno alimentar tenham uma ou mais comorbidades. Cerca de 71% das pessoas com transtorno alimentar também são diagnosticadas com pelo menos uma doença psiquiátrica e cerca de 50 % com cerca de 3 doenças psiquiátricas ( por exemplo, transtorno de ansiedade, transtorno de humor, TDAH e abuso de substâncias)

Os transtornos alimentares são frequentemente relacionados a muitas complicações que podem até levar à morte.

Muitas pesquisas americanas resultam que a cada hora pelo menos uma pessoa morre nos EUA como resultado direto de um distúrbio alimentar.

Quase 3% dos adolescentes (de 13 a 18 anos) são diagnosticados com um distúrbio alimentar. As meninas apresentem maior risco para um transtorno alimentar do que os meninos, 1 em cada 5 adolescentes com bulimia nervosa e 1 em cada 4 adolescentes com anorexia nervosa são do sexo masculino.

As taxas globais de transtornos alimentares aumentaram de 2000 a 2018. Vem aumentando mais rapidamente nas populações masculinas.

A dieta foi o preditor mais importante do desenvolvimento de um distúrbio alimentar em crianças. Aqueles que fizeram dieta moderada tiveram 5 vezes mais chances de desenvolver um distúrbio alimentar, e aqueles que praticaram restrições extremas tiveram 18 vezes mais chances de desenvolver um distúrbio alimentar do que aqueles que não fizeram dieta.

Embora os transtornos alimentares possam ser tratados com sucesso, apenas 1 em cada 10 pessoas com distúrbio alimentar recebe tratamento adequado.

Quanto mais cedo a intervenção maior chance de sucesso. O tratamento é sempre realizado por uma equipe multidisciplinar formado pelo menos por psiquiatra, psicólogo, endocrinologista e nutricionista.

Publicado por Elizabete Possidente

Formou -se em Medicina em 1994. Foi médica residente do Instituto de Psiquiatria da UFRJ de 1995 a 1996. Defendeu Mestrado em 1997 a 1999 pelo Departamento de Psiquiatria do Instituto de Psiquiatria da UFRJ. Durante muitos anos foi supervisora de Psiquiatria pela Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro. Foi médica perita em Psiquiatria no Manicômio Heitor Carrilho pela Vara de Execuções Penais da Secretaria Estadual de Justiça. Foi médica Psiquiatra e perita em Psiquiatria pelo Ministério da Defesa no Hospital Central do Exército e pela Auditoria Militar. Foi médica Psiquiatra e chefe do serviço de Saúde Mental da Policlínica Newton Alves Cardoso. Tem diversos artigos publicados em revistas médicas. Diversos trabalhos publicados em congressos nacionais e internacionais. Está sempre se atualizando e participando de eventos médicos nacionais e internacionais em Psiquiatria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: