Privação do Sono Associado a Sensibilidade a Insulina e Ganho de Peso

Existem diversos estudos sobre o assunto, sendo já encarado como um problema mundial. Todas as pessoas vêm dormindo menos a cada ano devido aos diferentes estímulos modernos”: redes sociais (WhatsApp, Instagram, Facebook etc.)oferta de entretenimento digital variadíssimo e em grande quantidade (séries de TVfilmes, web vídeos etc.), estresse, ingesta de álcool e por distúrbios psíquicos. No Brasil, 60% dos adultos dormem entre 4 e 6 horas por dia. 
É considerável o pouco tempo de sono que as crianças têmao acompanhar os pais nesse ritmo. Esses pais acabamsem entender a importância do sono e permitindo que seus filhos durmam menos que o indicado para a idade, prejudicando seu desenvolvimento.
Nós profissionais vemos essa associação direta no dia a dia do nosso consultório, pacientes com sensibilidade a insulina e que dormem pouco, por falta de higienização do sono, ansiedade e alteração de humor.
Um estudo publicado em dezembro de 2017 na revista The Phisiological Society selecionou dez jovens saudáveis, randomicamente, para participação em duas etapas. Naprimeira etapa dormiam normalmente por duas noites. Na segunda, reduziam em 50% o número de horas de sono por duas noites seguidas. 
Os exames colhidos foram de tolerância à glicose e de tolerância à insulina (por via oral e amostras do tecido muscular esquelético para avaliação PKB). Essas amostras foram colhidas após a segunda noite e após a quarta noitedo estudo. 
Foram observados que após duas noites de privação de sono já se observava redução à sensibilidade de insulina. Esse dado já aumenta a chance de ganho de peso e de diabetes com apenas duas noites mal dormidasOs testes de enzima no músculo esquelético foram inconclusivosnesse estudo (seriam necessárias mais pesquisas com mais tempo de privação de sono).
Com apenas duas noites de privação de sono em jovens saudáveis já se comprova prejuízo na saúde. Se projetarmos isso por meses, anos ou até a vida inteira,podemos esperar consequências bem sérias.
Veja o artigo na íntegra abaixo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: