Síndrome de Asperger ou Transtorno do Espectro Autista: A Diferença Invisível

A história em quadrinho francesa A Diferença Invisível foi criada em 2016 e logo foi publicada em muitas partes do mundo.

A HQ explica a vida de uma jovem adulta chamada Marguerite. Apesar de independente, bem empregada e namorado, ela mostra uma certa melancolia por ter que camuflar diariamente diversas dificuldades.

Sempre se sentiu diferente, ao apresentar dificuldades de sair da rotina, de lidar com barulhos, cheiros, toques e texturas de tecidos e alimentos, além de muitas dificuldades sociais.

Ao pesquisar na internet ela se enquadra no diagnóstico de Síndrome de Asperger. Conhecer seu quadro representou um grande alívio, mostrou que existiam outras pessoas como ela.

Ao longo do tempo buscou ajuda de profissionais de saúde mental, que nunca a diagnosticaram e ainda a deixaram mais confusa. Diziam que ela não tinha nada, mas intuitivamente ela sabia das suas diferenças.

É uma leitura que recomendo muito no meu consultório para os pacientes e familiares de Síndrome de Asperger. Ajuda a entender os temores e os desconfortos dessa condição.

Publicado por Elizabete Possidente

Formou -se em Medicina em 1994. Foi médica residente do Instituto de Psiquiatria da UFRJ de 1995 a 1996. Defendeu Mestrado em 1997 a 1999 pelo Departamento de Psiquiatria do Instituto de Psiquiatria da UFRJ. Durante muitos anos foi supervisora de Psiquiatria pela Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro. Foi médica perita em Psiquiatria no Manicômio Heitor Carrilho pela Vara de Execuções Penais da Secretaria Estadual de Justiça. Foi médica Psiquiatra e perita em Psiquiatria pelo Ministério da Defesa no Hospital Central do Exército e pela Auditoria Militar. Foi médica Psiquiatra e chefe do serviço de Saúde Mental da Policlínica Newton Alves Cardoso. Tem diversos artigos publicados em revistas médicas. Diversos trabalhos publicados em congressos nacionais e internacionais. Está sempre se atualizando e participando de eventos médicos nacionais e internacionais em Psiquiatria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: