Sabemos que a infância é um período importante na formação da personalidade, do caráter e do desenvolvimento cerebral. São fatores que determinam como essa criança vai pensar e tomar decisões na vida adulta.
O uso excessivo de internet e vídeo game passou a ser uma preocupação mundial. Temos jovens hipnotizados por uma tela e se afastando do convívio com familiares, amigos e desinteressados por outras atividades.
Tudo em excesso traz prejuízo na vida de qualquer pessoa.
A China já tem dezenas de centros de tratamento psiquiátrico especializados em dependência de internet e de vídeo games, tanto de regime ambulatorial e de internação.
A China recentemente resolveu controlar o uso dos jogos eletrônicos para evitar a dependência.
Mas o que devemos fazer?
Não acredito na proibição do uso feito pelo Estado.
Vejo que o caminho é orientar os pais de como ensinar e como apresentar a internet e o vídeo game aos filhos.
Os pais precisam regrar o tempo dedicado aos filhos nos eletrônicos, de acordo com a idade, dia de semana e maturidade.
Devemos ficar atentos a sinais de possível dependência:

– Muitas horas diárias
– Prefere contatos online aos presenciais
– Não tem atividades de lazer no mundo real
– Isolamento social
– Dificuldade de atenção
– Sono perturbado ou dificuldade para iniciar o sono
– Alteração de humor
– Irritabilidade, tristeza, ansiedade ou birra quando sem acesso à Internet ou videogame
– Queda do rendimento escolar
– Problemas físicos como tendinite, dores musculares, esqueléticas ou sobrepeso.

O tratamento da dependência de internet ou vídeo games é multiprofissional, ou seja, envolve diversas especialidades. Muitas vezes, é necessário administrar medicamentos para reduzir os sintomas de abstinência de alteração do sono, desatenção, ansiedade e humor após a avaliação de um psiquiatra. .

A família precisa ser envolvida nesse tratamento. É fundamental que compreenda a patologia e as causas que contribuíram para o seu filho se tornar dependente. É preciso ajudar a cumprir atividades propostas na consulta com o profissional e família. É necessário ter disponibilidade para despertar novos interesses nesse jovem.

Se você percebe que o seu filho já apresenta alguns desses sinais descritos está na hora de realizar mudanças e buscar ajuda profissional.

Veja na reportagem abaixo publicado no O Globo em 7 de novembro de 2019.


https://oglobo.globo.com/sociedade/contra-vicio-china-limita-videogames-para-jovens-90-minutos-por-semana-24067697?utm_source=aplicativoOGlobo&utm_medium=aplicativo&utm_campaign=compartilhar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: