O documentário espanhol “TOC-TOC”, da Netflix, é uma narrativa envolvendo seis pessoas com Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC).  Inicialmente esses personagens estão sozinhos, lidando com as suas diversas “manias”, alguns de forma bem aparente, outros nem tanto. Todos eles estão se preparando em suas casas para ida a uma consulta médica, com seu psiquiatra.  

Um erro na agenda do médico coloca esses pacientes no mesmo horário de consulta, o que provoca um encontro na sala de espera do psiquiatra. Informados pela secretária que o médico está retornando de um congresso e está atrasado, todos resolvem aguardar o especialista. Todos eles se vêm obrigados a interagir e lidar com as suas próprias manias além das manias dos outros.

Os traços obsessivos compulsivos ficam mais aparentes à medida que o tempo passa e a ansiedade para chegada do médico aumenta. O documentário mostra o sofrimento dos pacientes com TOC, com um tom cômico, que ajuda a dar leveza a um tema tão sério. Também conduz à reflexão sobre a doença mental e contribui para reduzir o estigma que existe em torno dos temas abordados, que se relacionam com a saúde mental.  

Publicado por Elizabete Possidente

Formou -se em Medicina em 1994. Foi médica residente do Instituto de Psiquiatria da UFRJ de 1995 a 1996. Defendeu Mestrado em 1997 a 1999 pelo Departamento de Psiquiatria do Instituto de Psiquiatria da UFRJ. Durante muitos anos foi supervisora de Psiquiatria pela Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro. Foi médica perita em Psiquiatria no Manicômio Heitor Carrilho pela Vara de Execuções Penais da Secretaria Estadual de Justiça. Foi médica Psiquiatra e perita em Psiquiatria pelo Ministério da Defesa no Hospital Central do Exército e pela Auditoria Militar. Foi médica Psiquiatra e chefe do serviço de Saúde Mental da Policlínica Newton Alves Cardoso. Tem diversos artigos publicados em revistas médicas. Diversos trabalhos publicados em congressos nacionais e internacionais. Está sempre se atualizando e participando de eventos médicos nacionais e internacionais em Psiquiatria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: