TDAH e Gravidez no Congresso Mundial de TDAH

O 8º Congresso Mundial de TDAH está sendo realizado de forma híbrida nesse mês, maio de 2021, devido à pandemia. Tem participantes presenciais na cidade de Lisboa e online em todo o mundo.

Muitos temas estão sendo discutidos com grandes nomes na pesquisa do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH).  Enfatiza-se que o diagnóstico do TDAH é sempre uma tarefa sutil e requer muita experiência, isso porque o TDAH se trata de uma patologia que não tem exames complementares para confirmação do diagnóstico, o que torna muito mais importante a participação de congressos e encontros de discussão sobre o tema.

O diagnóstico é feito associando-se a observação do profissional, dados da história clínica e repercussão desses sintomas na qualidade de vida do paciente. É um diagnóstico realizado por médicos e é fundamental que esse profissional não só avalie a presença dos sintomas, mas também o grau de prejuízo e da capacidade adaptativa do indivíduo em lidar com essas queixas. Foi falado sobre a importância do profissional estar atento, aos momentos de transição de vida, geralmente associados ao aumento da demanda e de reponsabilidades. Foram consideradas diversas fases de transição, como ida para escola intermediária (idades de 10/11 anos), ensino médio e gravidez.

Sobre a importância desse momento da gravidez em mulheres que tem TDAH, existem mulheres já diagnosticadas com o TDAH e em tratamento, outras sem conhecimento de que tem TDAH e já vivendo prejuízo grande no seu cotidiano e as que tem a vida controlada e que os sintomas aparecem durante essa transição da vida. Temos que considerar imperativo avaliar a presença de TDAH nas gestantes pois o TDAH não tratado pode acarretar diversas situações que levam a complicações no cotidiano dessa grávida, como listado abaixo:

– Dificuldade maior em controlar a dieta – maior ganho de peso, maior refluxo gastresofagiano, maior chance de diabetes gestacional e pré-eclampsia;

– Pode levar a ingesta de álcool e drogas;

– Sem controle do tabagismo, se fumante;

– Alteração de humor;

– Piora da desatenção que leva a prejuízo no trabalho, acidentes de carro e muitos esquecimentos de tarefas / objetos de seu dia a dia que acabam acarretando ansiedade e depressão;

– Menor adesão nos cuidados pré-natal;

– Pior qualidade de sono;

– Não evitar esforço físico.

Os sintomas estão associados a um menor envolvimento com os cuidados de saúde física e mental que causam um prejuízo na sua qualidade de vida, nos cuidados com a gravidez, medo das demandas com a chegada do bebê, conflitos no relacionamento conjugal, não aceitação das limitações da gravidez e do seu corpo, sem viver o prazer desse momento único em sua vida.    

A discursão do tema foi importante para nos levar à reflexão dos aspectos positivos e negativos que devem ser considerados de cada gestante com TDAH que procura tratamento. Nosso objetivo é sempre promover uma gravidez saudável para nossas pacientes, sempre levar elementos que possam compreender a necessidade de psicoterapia, apoio familiar e intervenção medicamentosa.

Publicado por Elizabete Possidente

Formou -se em Medicina em 1994. Foi médica residente do Instituto de Psiquiatria da UFRJ de 1995 a 1996. Defendeu Mestrado em 1997 a 1999 pelo Departamento de Psiquiatria do Instituto de Psiquiatria da UFRJ. Durante muitos anos foi supervisora de Psiquiatria pela Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro. Foi médica perita em Psiquiatria no Manicômio Heitor Carrilho pela Vara de Execuções Penais da Secretaria Estadual de Justiça. Foi médica Psiquiatra e perita em Psiquiatria pelo Ministério da Defesa no Hospital Central do Exército e pela Auditoria Militar. Foi médica Psiquiatra e chefe do serviço de Saúde Mental da Policlínica Newton Alves Cardoso. Tem diversos artigos publicados em revistas médicas. Diversos trabalhos publicados em congressos nacionais e internacionais. Está sempre se atualizando e participando de eventos médicos nacionais e internacionais em Psiquiatria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: