Autora: Elizabete Possidente e Giuliana Possidente

Você iria a um médico sabendo que ele recebe comissão do que prescreve? Por que aceita a recomendação do balconista?

Reportagem no g1 do Rio Grande do Sul e outros jornais comentam e mostram uma notícia exibida no Fantástico de 2021, despontando que alguns laboratórios farmacêuticos pagam comissões de até 30% e até premiam com viagens internacionais aos balconistas de farmácias que indicam certos medicamentos e vitaminas aos clientes.

O ponto de partida da reportagem investigativa foi uma pesquisa em 48 ações trabalhistas de 8 tribunais de trabalho em Porto Alegre, nos quais os vendedores descreviam os esquemas. Ao deixarem o emprego, eles ingressaram com ações para ajuntar as comissões, pagas por fora do contracheque.

Eu mesma já escrevi a minha indignação quando pacientes pioram de seu quadro clínico após troca de medicamento de receita controlada por indicação de balconistas. Eu não autorizei e nem recomendei a troca, mas as farmácias o fazem mesmo assim. O pior se o paciente não melhora é sempre a culpa do médico e, nunca da qualidade do remédio.

Veja algumas dessas reportagens abaixo:

https://globoplay.globo.com/v/9520730/

https://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2021/05/16/balconistas-de-farmacias-recebem-comissao-de-laboratorios-para-indicar-medicamentos-e-vitaminas-a-clientes-revela-reportagem.ghtml

https://g1.globo.com/fantastico/noticia/2021/05/17/tem-que-tentar-empurrar-entenda-esquema-para-beneficiar-funcionarios-de-farmacias.ghtml

https://gauchazh.clicrbs.com.br/grupo-de-investigacao/noticia/2021/05/fabricantes-de-remedios-pagam-comissoes-e-ate-viagens-a-atendentes-de-farmacia-para-estimular-venda-de-produtos-ckorkwdb100210180wa478dmr.html

https://ictq.com.br/varejo-farmaceutico/2895-empurroterapia-materia-do-fantastico-confunde-sobre-genericos-e-papel-do-farmaceutico

Publicado por Elizabete Possidente

Formou -se em Medicina em 1994. Foi médica residente do Instituto de Psiquiatria da UFRJ de 1995 a 1996. Defendeu Mestrado em 1997 a 1999 pelo Departamento de Psiquiatria do Instituto de Psiquiatria da UFRJ. Durante muitos anos foi supervisora de Psiquiatria pela Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro. Foi médica perita em Psiquiatria no Manicômio Heitor Carrilho pela Vara de Execuções Penais da Secretaria Estadual de Justiça. Foi médica Psiquiatra e perita em Psiquiatria pelo Ministério da Defesa no Hospital Central do Exército e pela Auditoria Militar. Foi médica Psiquiatra e chefe do serviço de Saúde Mental da Policlínica Newton Alves Cardoso. Tem diversos artigos publicados em revistas médicas. Diversos trabalhos publicados em congressos nacionais e internacionais. Está sempre se atualizando e participando de eventos médicos nacionais e internacionais em Psiquiatria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: