Autora: Elizabete Possidente

O Transtorno compulsivo alimentar (TCA) é caracterizado por episódios de compulsão alimentar (comer em grande quantidade) e a sensação de perda de controle sobre o ato de comer, de forma recorrente, por no mínimo 3 meses.

Ainda é preciso apresentar pelo menos 3 das seguintes características:

  • Comer muito mais rápido do que o normal  
  • Comer até se sentir desconfortável
  • Comer sozinho por ter vergonha da quantidade do que está comendo
  • Comer grandes quantidades de comida mesmo sem fome
  • Sentir-se enojado consigo mesmo, angustiado, culpado ou deprimido pela quantidade de comida ingerida

É importante não apresentar mecanismos compensatórios, como vômitos, jejum prolongado, uso de diuréticos ou laxantes e excesso de atividade física na tentativa de aliviar a angústia ou culpa.   

Estudos apontam que o TCA ocorre mais no sexo feminino. É bastante comum estar associado a algumas comorbidades como TDAH, Transtorno de personalidade borderline, Transtorno de personalidade evitativo, Transtorno de personalidade histriônico, Transtorno de ansiedade generalizada, Transtorno bipolar e Transtorno de impulso (como a tricotilomania).

Cerca de 7% das mulheres com TCA desenvolveram no primeiro ano do ensino superior. Isso acaba provocando queda de desempenho acadêmico e automutilação.

Resumidamente, temos que avaliar os seguintes aspectos:

  • Ocorrência dos episódios de compulsão alimentar, sendo objetivos quantidade de comida ingerida e perda de controle
  • A recorrência: maior ou igual a uma vez por semana nos últimos 3 meses
  • Presença de angústia, tristeza ou culpa
  • Ausência de comportamentos compensatórios inadequados

O foco no tratamento do Transtorno Compulsivo Alimentar é reduzir bastante ou eliminar os sintomas de compulsão alimentar, reduzir clinicamente o peso corporal e tratar a psicopatologia do TCA e suas comorbidades. Se as comorbidades não forem tratadas dificilmente haverá sucesso no tratamento do TCA à médio e longo prazo.

Publicado por Elizabete Possidente

Formou -se em Medicina em 1994. Foi médica residente do Instituto de Psiquiatria da UFRJ de 1995 a 1996. Defendeu Mestrado em 1997 a 1999 pelo Departamento de Psiquiatria do Instituto de Psiquiatria da UFRJ. Durante muitos anos foi supervisora de Psiquiatria pela Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro. Foi médica perita em Psiquiatria no Manicômio Heitor Carrilho pela Vara de Execuções Penais da Secretaria Estadual de Justiça. Foi médica Psiquiatra e perita em Psiquiatria pelo Ministério da Defesa no Hospital Central do Exército e pela Auditoria Militar. Foi médica Psiquiatra e chefe do serviço de Saúde Mental da Policlínica Newton Alves Cardoso. Tem diversos artigos publicados em revistas médicas. Diversos trabalhos publicados em congressos nacionais e internacionais. Está sempre se atualizando e participando de eventos médicos nacionais e internacionais em Psiquiatria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: